O REDNADS / Lambda é a principal referência organizacional de grupos LGBT na Guatemala, e observador das recomendações emitidas ao Estado da Guatemala pela CIDH e pelo Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

ACÇÕES

Planejamento, validação, desenvolvimento e sistematização da 1ª, 2ª e 3ª Campanha Nacional contra a Homofobia.

 

Desenvolvimento e socialização do Marco Jurídico Nacional desde a Diversidade Sexual em termos de prevenção e atenção em HIV e AIDS e a promoção e defesa dos Direitos Humanos.

 

Desenvolvimento e socialização da Enquete Nacional de Opinião sobre a homossexualidade na Guatemala.

 

Co-gestores do Plano Estratégico de saúde e Direitos das pessoas LGBTI.

 

Representação das comunidades gays e bissexuais no Mecanismo Coordenador do País, MCP-G, Conselho Nacional de Saúde e Congresso Nacional de Direitos Humanos, entre outros.

 

Planejamento e implementação da Escola de Formação Política: Reconhecimento acadêmico pela USAC, aliados estratégicos, gestão para a implementação.

 

Estratégia de fortalecimento ao sistema penitenciário e ao Ministério Público.

 

Duas vezes peticionárias perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

 

Gestão do Observatório de Mortes Violentas por orientação sexual e identidade de gênero, que por sua vez faz parte do observatório regional.

O REDNADS / Lambda é a principal referência organizacional de grupos LGBT na Guatemala, e observador das recomendações emitidas ao Estado da Guatemala pela CIDH e pelo Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

ACÇÕES

Planejamento, validação, desenvolvimento e sistematização da 1ª, 2ª e 3ª Campanha Nacional contra a Homofobia.

 

Desenvolvimento e socialização do Marco Jurídico Nacional desde a Diversidade Sexual em termos de prevenção e atenção em HIV e AIDS e a promoção e defesa dos Direitos Humanos.

 

Desenvolvimento e socialização da Enquete Nacional de Opinião sobre a homossexualidade na Guatemala.

 

Co-gestores do Plano Estratégico de saúde e Direitos das pessoas LGBTI.

 

Representação das comunidades gays e bissexuais no Mecanismo Coordenador do País, MCP-G, Conselho Nacional de Saúde e Congresso Nacional de Direitos Humanos, entre outros.

 

Planejamento e implementação da Escola de Formação Política: Reconhecimento acadêmico pela USAC, aliados estratégicos, gestão para a implementação.

 

Estratégia de fortalecimento ao sistema penitenciário e ao Ministério Público.

 

Duas vezes peticionárias perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

 

Gestão do Observatório de Mortes Violentas por orientação sexual e identidade de gênero, que por sua vez faz parte do observatório regional.

Mais de

26

pessoas LGBTI foram mortas em

Guatemala

entre 2014 e 2019

RELATÓRIOS DE VIOLÊNCIA NA GUATEMALA